sexta-feira, 3 de junho de 2011

A Fotógrafa: entre a estética e a ética




Ética e estética, talvez por serem muito parecidas semiologicamente, caminham juntas no mundo da Indústria Cultural e da Informação. Esse híbrido gerou uma espécie de ética da estética; de ética da arte pela arte, que, por vezes, assemelha-se à famosa ética da guerra.

Será a destruição completa do significado por trás do significante ÉTICA?

Mas por que essa conversa agora? Dá uma olhada AQUI!

.

O filósofo e amigo R. Douglas Tenório disse em um de seus aforismos:  
"A arte é sublime. O artista não".

Imediatamente concordo com ele quando vejo o vídeo acima ou quando escuto Mozart. Mas a imagem abaixo me obriga a querer ressignificar o que ele diz. Então atrevo-me e digo:

"No fim, 
a arte é sublime. 
Por vezes, o artista 
não". 

Media
Imagem do artista de rua britânico Banksy



2 comentários:

Impoesia sim disse...

Ixiii. Daqui saí muito pano para a manga. Tou seguindo o blog brow, desse jeito eu acompanho de perto o que vem à luz.


Abração.

Anônimo disse...

Fotografar é enxergar a alma do que se quer captar,e captar a alma do que se quer enxergar.