sexta-feira, 19 de outubro de 2012

O ACADÊMICO E O MENDIGO



 O ACADÊMICO E O MENDIGO

- Como você ganha a vida?
- Eu? Ah, bom, eu trabalho...
- Como?
- Ah, trabalho... dou aula, corrijo prova, escrevo, leio pra caramba, estudo e tal... tem dia que eu passo 12, 14 horas na labuta, as vezes até brigo com minha mulher por causa disso... faço pesquisa numa universidade, sabe? Tem uns projetos, aí tem que desenvolver esses projetos, dar cabo de uma série de responsabilidades e tal, se não, não recebo. É uma pressão danada!
- É fácil?
- É fácil... mas é complexo. Dá muito trabalho, porque tem muito detalhe pra resolver.
- ...mas e você, me conta, como ganha a vida?
- Eu peço dinheiro.

No dicionário Aurélio, um dos significados pro termo 'mendicância' diz assim: "Ganhar ou obter dificilmente (os meios necessários para viver)".
 
Então me lembrei de um pensamento de Nietzsche que é o seguinte: "o moral e o autônomo se excluem". 

Então, livre é o mendigo.


Nenhum comentário: